Fanzine Psiu: edição especial sobre Deus

Outro dia escrevi sobre minha pequena contribuição na edição especial de quadrinhos sobre Deus do fanzine Psiu, do qual guardo com muito carinho este exemplar e acredito que ainda hoje não houve trabalho igual seja no meio alternativo quanto no mercado comum.

Assim gostaria de mostrar mais alguns detalhes desta edição que a torna tão especial para mim.

Em primeiro vem a capa. Lembrando que na época não foi feito uma capa de verdade, pela quantidade de páginas e pelos custos de produção gráficos, ficando a cargo de cada um a responsabilidade de fazer a sua.

image

Após a capa encontramos o índice com a relação dos autores participantes. No detalhe do desenho o autor Edgard Guimarães presente.

image

Agora em ordem alfabética os participantes, Encontramos muitos amadores mas temos alguns mais conhecidos.

image

image

image

Nos créditos os agradecimentos aos participantes e ao personagem principal.

image

No prefácio do álbum percebam mais um desenho do editor Edgard Guimarães, como um personagem que está presente ao longo da edição, desde o índice, e que reforça a ideia do fanzine como obra autoral.

image

Um dos pontos altos é um extenso artigo sobre Deus como personagem, tema e referencia na história em quadrinhos brasileira ao longo da história, com imagens, dados e referencias, um verdadeiro tratado sobre o assunto. Além das histórias em quadrinhos, esta é a parte mais bacana da leitura.

image

image

No detalhe um cartum do Jaguar presente no artigo, e que curto muito.

image

Outra parte é uma seleção de histórias já publicadas nas revistas sobre o tema Deus e que capricham mais ainda na riqueza da edição, contando um apanhado de artistas com os mais variados estilos e interpretações sobre o personagem divino.

image

Um autor nacional que gosto muito é o Luiz Gê, uma pena que anda meio sumido da cena de quadrinhos mais recente.

image

Mais um pequeno artigo, desta vez discutindo como Deus se apresenta no mundo dos super-heróis e se eles mesmos pelos super poderes que apresentam não seriam deuses sobre a Terra.

image

image

No final da edição, uma parte importante é o currículo resumido de cada autor que retrata historicamente o que cada um produzia na época e nos dá uma ideia da cena independente da época.

Como não poderia deixar de registrar, mais uma foto sobre a minha presença neste álbum independente.

image

Confira aqui uma entrevista com Edgard Guimarães e seu trabalho nos fanzines.

 

Anúncios

Fanzine Psiu

image

No começo da minha jornada pelo fantástico mundo dos fanzines, no final dos anos 1980, o único meio de contato era por carta. Havia uma agencia dos correios perto de casa e até virei um “conhecido” do funcionário que me atendia, quando enviava cartas pelo Brasil afora em contato com os fanzineiros.

Um fanzine em especial que era frequentemente elogiado nas publicações que lia era do Edgard Guimarães, que editava o Psiu. Edgard era natural de Minas Gerais, havia editado somente dois números do seu fanzine quando adquiri com ele meus exemplares, e estava para lançar uma edição especial só de quadrinhos com uma temática única.

Seu projeto era muito ambicioso e original: lançar uma edição de quadrinhos cujo tema seria Deus, abrangendo a maior colaboração possível de artistas amadores e com estilos diferentes.

image

Como não poderia deixar de participar, logo tratei de escrever uma história em quadrinhos, pois também pretendia ser desenhista nesta época. Nos meusfanzines ainda arriscava uns rabiscos.

Fiz então minha história cujo personagem principal era Deus, ainda muito influenciado pelo traço do Angeli, que gostava muito, e acabei realizando a mais longa história que já havia feito, com 11 páginas desenhadas e arte-finalizadas a nanquim.

Quando ficou pronto o Edgard muito gentilmente enviou uma cópia impressa do álbum para mim e para todos os artistas que participaram. Acabei recebendo minha cópia, mas como os custos de impressão eram proibitivos nestes tempos, veio sem capa e com as folhas simplesmente coladas. Como também não tinha grana para mandar encadernar, até hoje mantenho a cópia no “original”, agora já com as folhas um pouco amareladas, dando um charmevintage para o fanzine.

As histórias em quadrinhos presentes neste fanzine dão um apanhado geral da vitalidade dos artistas amadores que haviam no Brasil naquele momento. gerando mais de 260 páginas neste álbum em quadrinhos.

Mais para a frente pretendo escrever um post com mais detalhes sobre a edição e publicar mais fotos. Também espero entrar em contato com Edgard e quem sabe escrever mais sobre o assunto futuramente.

image

Na página 2 os nomes dos colaboradores.

image

Em detalhe no centro o meu nome como colaborador. Mas escrito errado no sobrenome…

image

Em detalhe o nome do editor, a tiragem e a data de impressão do fanzine.

image

A primeira página da minha história. No alto da página um versículo da bíblia e a imagem de Deus que fiz…

image

Mais uma visão geral da história.

image

Um detalhe legal: no alto de cada página uma frase com a temática de Deus escrita por todo o fanzine.

image

Por último o índice dos autores e suas respectivas histórias.