Quadrinhos digital: Marvel Global Comics para iOS

Outro app promissor para leitura de quadrinhos no iOS que foi lançado em Fevereiro de 2014 é o Marvel Global Comics, algo como a dominação mundial da Marvel nos quadrinhos e afins e que provavelmente deve ter algum suporte pela SHIELD, tamanho é o nome pomposo deste app.

Segundo informações do blog MeioBit a Marvel dependia de apps de terceiros para a venda de seus gibis digitais e este app agora é uma iniciativa global própria de oferecer seus heróis por todo o mundo pensante e falante em vários idiomas como japonês, chines, hebreu, coreano e até aquela língua perdida chamado de português.

Marvel Global Comics

Marvel Global Comics

Os titulos disponiveis em portugues são muito pouco ainda, mas são de titulos recentes e de séries populares como Os Vingadores, X-Men, Hulk, Homem-Aranha e outros. O preço é convidativo, cada título é vendido por $1,99 em dólares e somente para iOS, com promessa de se chegar em outras plataformas em breve.

Detalhe do app

Detalhe do app

O único porém são os comentários negativos, em sua maioria dos usuários brasileiros sobre o app e de sua biblioteca disponível, o que me impediu de comprar algo só para testar e aguardar mais um pouco para ver se melhora com o tempo. A reclamação em geral é de que os arquivos não possuem diagramação correta e a tradução não ser muito caprichada.

Infelizmente aqui no Brasil não contamos com a sorte de ter algo de qualidade para leitura digital. A única alternativa são as cópias piratas e escaneadas pela boa vontade de algum fã de quadrinhos.

Recomendo até que a Panini, detentora dos direitos de quadrinhos Marvel e DC, contrate essa turma que traduz, faz um photoshop legal e disponibiliza gratuitamente para você fazer o download. É só alguem da Panini pesquizar via Google que encontra essa turma toda, que aliás são muito competentes e profissionais.

Patrocinado pela SHIELD

Patrocinado pela SHIELD

Anúncios

Qual o melhor meio digital para se ler quadrinhos? Parte 2

Ipad no banheiro

Ipad no banheiro

Quando surgiu o primeiro modelo do Ipad, tive uma vislumbre: ali estava o meu leitor de quadrinhos digital! Cansado de tanto ler quadrinhos numa tela pequena de smartphone, a tela grande e confortável de um tablet era uma maravilha.

Consegui comprar o modelo de 32 GB de memória, já pensando na quantidade de arquivos que poderia guardar no Ipad. Além do iOS ser um sistema estável e que roda tranquilo sem engasgos, o Ipad também conta com uma bateria de longa duração e uma coleção de apps para brincar, ser produtivo e levar a internet para a cama, o sofá e principalmente para ler no banheiro!

Mas com o tempo de uso foram surgindo as inconveniências.

Em primeiro veio a questão do peso do aparelho. O Ipad é leve mas com o tempo ele começa a cansar em suas mãos. E ainda era o primeiro modelo de Ipad, o mais pesado de todos, cerca de meio quilo.

Em segundo vem a tela: o brilho começa a incomodar depois de meia hora de leitura, principalmente em ambiente escuro.

Em terceiro vem a forma de colocar seus arquivos digitais no Ipad. É preciso usar um computador, acessar pelo iTunes, e marcar manualmente toda a coleção para então poder ler no Ipad. Mas se seu arquivo está em cbr é preciso adquirir um app específico para leitura.

bookman

Bookman

Na época pesquisei um pouco e adquiri o Bookman por $0,99 centavos de doletas. Só que o Bookman não permite a leitura de arquivo em jpg, somente o cbr e pdf. O app organiza bem sua coleção e você tem várias formas de montar suas coleções: por autores, por revistas, por interesse, além de ajudar a guardar quantas revistas já leu ou em que parte você parou.

Para leitura de quadrinhos em jpg tinha que transferir pelo Fotos e depois você tinha que visualizar seus quadrinhos como se fossem fotos, passando um a um as imagens. O problema é que ainda seus quadrinhos ficavam junto com suas fotos e não era uma coisa legal, pois ficavam tudo misturados.

Em quarto descobri que as cópias que você encontra pela web não tem uma boa resolução. É como baixar aquela cópia de filme pirata e para não ocupar muito espaço nem demorar tanto para baixar o arquivo só tem 600 MB, e quando você assiste se depara com uma imagem toda pixelizada e recortada. Com alguns quadrinhos acontece o mesmo e sinceramente, estraga muito o prazer da leitura.

Enfim, o Ipad proporciona muitas qualidades e conforto mas deixa a desejar em certos aspectos práticos na leitura de sua coleção de quadrinhos. Mas será que haveria mais uma outra forma de se ler gibis? Ainda temos o Kindle, mas já é assunto para um próximo post.

Bookman

Bookman

Bookman

Bookman